QUAL O IMPACTO DE MODIFICAR O ESCOPO EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI - UM ESTUDO DE CASO DO PROJETO e-SOCIAL

Autores

  • Washington Cavalcanti Universidade Federal de Minas Gerais
  • Carina Oliveira dos Santos Instituto de Gestão da Tecnologia da Informação - IGTI
  • Maria Aparecida Fernandes UFMG

Resumo

Este trabalho tem por finalidade investigar e propor soluções para minimizar os impactos de modificar o escopo de um projeto em andamento. Para isso será abordado o impacto no gerenciamento de projetos causado pelo fatiamento das entregas do projeto do Governo Federal, denominado Projeto eSocial, cujo objetivo é a implantação de um novo sistema de comunicação do governo com as empresas, relacionando as informações dos trabalhadores nelas vinculadas, para facilitar a administração de informações sobre os trabalhadores. Através desses impactos, é evidenciada a necessidade da inclusão do gerenciamento de riscos e da gestão de mudanças no gerenciamento de projetos. Isso porque é muito comum observar alterações no decorrer dos projetos, sejam elas críticas ou não. Assim como ocorreu com o eSocial, projeto o qual sofreu diversas mudanças impactantes no cronograma, escopo, prazo e custos para as empresas que estão implantando esse novo sistema de registro. Por esse motivo, esse projeto será utilizado para o estudo, onde serão investigados quais os impactos da alteração de escopo na forma de realizar as entregas de um projeto em andamento. É de grande relevância o conhecimento adquirido nessa pesquisa através do questionário respondido por 104 empresas e da revisão bibliográfica de livros, artigos e metodologias referentes ao gerenciamento de projetos e ao projeto eSocial. Os resultados expõem a possibilidade de mitigar os impactos das mudanças incluindo um detalhado gerenciamento de riscos, identificando e tratando todos os riscos encontrados, não desconsiderando as possíveis mudanças relacionadas a fatores externos. Contudo, conclui-se que a melhor solução encontrada foi realizar a transferência do risco, ou seja, contratar uma empresa terceirizada cuja especialidade seja em sistemas de recursos humanos ou contratar um escritório de contabilidade e recursos humanos. Pois estes estarão melhor preparados para lidar com as mudanças do projeto a fim de atender às obrigações fiscais, previdenciárias e trabalhistas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Washington Cavalcanti, Universidade Federal de Minas Gerais

Doutorando em Engenharia Mecânica (UFMG), Mestre em Administração de Empresas – Logística (FEAD), MBA em Marketing (IBMEC), Pós-graduado em Informática em Educação (UFLA), Graduado em Desenho Industrial (UEMG) e Administração de Empresas (UNINCOR). Docente na Faculdade Única de Contagem (Contagem - MG) e de cursos de Pós-graduação do Instituto de Gestão da Tecnologia da Informação (IGTI). Larga experiência em pesquisa e orientação de trabalhos científicos. Profissional das áreas de Gestão de Projetos e Processos com atuação destacada no mercado empresarial.

Carina Oliveira dos Santos, Instituto de Gestão da Tecnologia da Informação - IGTI

Carina Oliveira dos Santos (Santos, C. O.)
http://lattes.cnpq.br/8276032223530078
Bacharela em Sistemas de Informação pela UniFOA (2016), MBA em Gerenciamento de Projetos de TI pelo IGTI (2019) e com especializações em banco de dados. Já atuou como técnica de informática na Fundação CSN e analista de sistemas no Instituto Biochimico. Atualmente, atua como analista de
banco de dados na corretora Toro Investimentos e como professora de programação na BYJU's Future School. Interessa-se por Banco de Dados, Gerenciamento de Projetos e Educação Tecnológica.

Maria Aparecida Fernandes, UFMG

Graduada em Administração pela Universidade Federal de Lavras - UFLA (2011) e em Gestão de Comunicação Integrada Jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - PUC Minas (2003). Especialista em mídia eletrônica pelo UNIBH. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase em jornalismo e produção gráfica. Coordena projetos ? radialismo, comunicação, produção literária. Em administração, atua principalmente na elaboração e gestão de projetos de pesquisa e inovação na área de bioengenharia, educação e desenvolvimento social e econômico.

Downloads

Publicado

2021-12-21

Como Citar

Moreira Cavalcanti, W., dos Santos, C. O., & Fernandes, M. A. (2021). QUAL O IMPACTO DE MODIFICAR O ESCOPO EM GERENCIAMENTO DE PROJETOS DE TI - UM ESTUDO DE CASO DO PROJETO e-SOCIAL. Revista E-Tech: Tecnologias Para Competitividade Industrial - ISSN - 1983-1838, 14(2). Recuperado de https://etech.sc.senai.br/edicao01/article/view/1030

Edição

Seção

Artigos